Demanda por serviços de lavanderias especializadas no segmento hospitalar deve crescer 40% nos próximos

Demanda por serviços de lavanderias especializadas no segmento hospitalar deve crescer 40% nos próximos

A demanda por serviços de lavanderia para hospitais é a que mais cresce no País.

Adicionado em: 20 de setembro de 2011

A demanda por serviços de lavanderia para hospitais é a que mais cresce no País. Segundo o Sindilav – Sindicato Intermunicipal de Lavanderias no Estado de São Paulo – a previsão é que, dentro de cinco anos, a oferta por serviços aumente em 40%. “Há uma tendência na gestão dos hospitais em terceirizar serviços para que se preocupem apenas com o foco do seu serviço, que é o paciente”, explica o presidente da entidade, José Carlos Larocca.

Para se ter ideia do tamanho desse mercado, só no estado de São Paulo, existem 6,8 mil hospitais – segundo a Federação Brasileira de Hospitais. Do total, 930 unidades estão no Estado de São Paulo, segundo estimativa da Associação Brasileira de Medicina Preventiva (ABRAMPAS) divulgada em 2009. “A cidade de São Paulo conta com dez lavanderias hospitalares estruturadas, com todas as condições necessárias para atender com qualidade este setor”, diz o empresário Flávio Delorenzo, da Atmosfera Lavanderia.

Segundo Edison Di Nardi, vice- presidente do Sindilav, este segmento possui, hoje, avançada tecnologia e equipamentos modernos de acabamento e embalagem para evitar contaminação pós-higienização. “Os equipamentos de lavanderia que atendem o segmento hospitalar possuem barreiras que impedem que haja contaminação bacteriológica entre as peças”.

Todo cuidado é pouco: o enxoval hospitalar que inclui roupas, aventais, jalecos, roupas de cama e toalhas apresentam um grau de sujidade muito alto, com risco de contaminação, por isso as lavanderias são obrigadas a processar as roupas em etapas bem definidas, munindo os funcionários com equipamento de proteção como luvas especiais, máscaras e gorros.

Terceirização – O que deu – e ainda dá – força às lavanderias especializadas em atender o segmento hospitalar é a terceirização dos serviços de higienização e locação do enxoval.

Lembra-se que, antigamente, os hospitais mantinham lavanderias internas, mas isso mudou não só no Brasil, como no mundo todo”, revela. “O enxoval de um hospital requer cuidados específicos: mão-de-obra superqualificada; instalações adequadas; processos modernos, e investimento em tecnologia para garantir a efetiva higienização e desinfecção das peças”. Outra dificuldade dos hospitais, é administrar o enxoval.

Conheça o Sindilav

O Sindilav foi fundado em 1941, em São Paulo. Representa mais de 3.600 lavanderias em 377 municípios do Estado de São Paulo. Nos últimos seis anos, o Sindilav assumiu uma postura mais ativa e empresarial, adequada aos tempos globalizados. Tendo como foco os empresários do segmento de lavanderia, atua para contribuir para a redução de custos administrativos desses estabelecimentos, além do aperfeiçoamento profissional dos funcionários e atualização tecnológica da operação. É filiado à Federação do Comércio do Estado de São Paulo – Fecomercio/SP.

Como todo sindicato patronal, sua atividade está voltada para os macrorrelacionamentos, que envolvem o segmento como um todo, as autoridades legalmente constituídas e, especialmente, o público consumidor. Nesse sentido, na área do governo federal, mantém constante envolvimento com o Ministério do Trabalho e Emprego – TEM (por meio de seu órgão regional, a Superintendência Regional do Trabalho em São Paulo – SRT/SP, objetivando a implementação de normas relativas às questões de saúde ocupacional e segurança do trabalho.

O Sindicato oferece aos associados assessoria jurídica trabalhista e cível, convênio com o Sesc do Brasil – para usufruir de programas educativos, culturais de lazer e esportes – e promove palestras gratuitas nas áreas técnica e trabalhista. Permite ainda que o associado tenha poder de voto em Assembléias Gerais que decidem importantes questões – em geral, solução de problemas e criação de novos meios de expansão e melhora da atividade de lavanderia.

Diretoria Executiva do Sindilav:

José Carlos Larocca (Presidente)
Edson Di Nardi (Vice-presidente)
Rui Torres (Diretor Administrativo)